Vikings – 2ª Temporada – 6º Episódio – Unforgiven

Praticamente uma hora de espera para um final inesperado, é isto que te aguarda no sexto episódio da segunda temporada de Vikings. A temporada se aproxima de seu final...

Praticamente uma hora de espera para um final inesperado, é isto que te aguarda no sexto episódio da segunda temporada de Vikings. A temporada se aproxima de seu final e muitas peças dormentes se movem no tabuleiro para o preparo de sua conclusão. Uma conclusão, que digamos de passagem, fica mais imprevisível a cada episódio. A série é conhecida por uma narrativa eficiente, que raramente perde tempo ou dá respiro, ‘Unforgiven’ em contraste, vai mais devagar, dando destaque para muitas tramas que corriam longa das telas.

O Rei Horik volta com o rabo entre as pernas após a traição do Rei Ecbert. Tanto ele, quanto Ragnar concordam que suas forças estão reduzidas demais para continuar a invasão e colonização da costa britânica. Estupidamente, o Rei Horik sugere que ambos reatem seu relacionamento com Jarl Borg para juntos, novamente tentar descer o bonde e fazer um rolezinho na Inglaterra. Ragnar concorda, mas como sempre, não é do tipo que segue o plano dos outros… ou perdoa seus inimigos.

vikings_episode6_gallery_5-P

Ragnar em um clima de perdão e amizade…

O Rei Horik sempre pareceu um personagem desperdiçado, apesar do papel de rei, seu universo gira em torno de Ragnar e Borg (a Dinamarca inteira só tem esses três caras? Cadê o resto do povo?). Neste episódio, finalmente ele mostra suas cores, e elas não são exatamente coloridas… mesmo assim, ele continua sempre alguns passos atrás de Ragnar.

Siggy, que também não teve muito o que fazer nesta temporada, revela um pouco de seu jogo oculto também. Sua posição social fragilizada, seu novo marido sempre se metendo em problemas, ela confessa para o Vidente, que mesmo sendo descartada da alta cúpula de Kattegat, ela tem planos e os têm executado todo este tempo. Ela sempre foi um personagem mal desenvolvido, alguém para se comportar de forma suspeita para fazer o papel da manipuladora genérica. Aqui, ela revela, entre lágrimas, que ainda está de luto pelo seu marido morto e ainda cultiva ódio por Ragnar. “Minha ira é como rocha que eu carrego dentro de mim… eu não posso levantá-la”, desta forma Siggy revela seus sentimentos para alguém que ela não tem motivos para manipular.

Desta forma, quando Horik e Siggy se juntam, seria a oportunidade perfeita para montar um plano para conter Ragnar, infelizmente, ambos possuem fraquezas que os impedem de formar uma aliança eficiente. Especialmente quando Horik usa Siggy para fazer de seu filho “um homem” enquanto ele fica no quarto assistindo… ok… err… bom, vamos em frente.

Rollo cresceu de irmão idiota para um personagem interessante. Aqui ele é usado para semear as relações entre Ragnar e Borg. O antigo Rollo, violento e raivoso sumiu, e agora temos uma figura sábia e manipuladora. Por enquanto…

De volta em Kattegat, Horik e Borg se encontram no salão de Ragnar e estão prontos para dar os dedinhos e fazer as pazes enquanto Ragnar observa. Em uma noite, repleta de sonhos proféticos, enquanto Aslaug conta para seus filhos uma história sobre Loki e Thor em um jantar sob os pés de um rei gigante, Horik vê a sombra de Ragnar e pela primeira vez, o carismático Viking é visto sob uma ótica quase divina, enquanto Floki e Rollo descem uma surra em Borg que passou a noite sofrendo seus próprios pesadelos proféticos.

Horik acorda, se depara com Ragnar e um derrotado Borg, a mensagem de Ragnar é clara, ele não vai admitir que ninguém arrisque a vida de suas famílias, e para mostrar para Horik que ele ainda é o chefe do pedaço…

ao dizer que Borg sofrerá uma Águia de Sangue

De resto,

Bjorn tenta conquistar uma serva do vilarejo, mas sem muito sucesso. Ele tem a desenvoltura romântica de um comercial sobre DSTs.

Lagertha volta para o maridão escroto, aguenta muitas humilhações e em forma típica de Lagertha, as coisas não terminam bem… para o marido dela…

Ecbert e Athelstan discutem os pontos mais finos de arte romana em meio a uma série sobre Vikings, para lembrar a todos que essa saga ainda se passa no History Channel.

Até a próxima!

 

 

 

Comente via Facebook!

Editor-chefe da Freakpop. Adora cinema, mas odeia a palavra cinéfilo. Leu quadrinhos demais na vida e tem uma capacidade muito limitada de entender a realidade. Tudo que não explica com Máquina Mortífera, explica com Highlander. Sabe tudo sobre Soul Reaver e Crônicas de Gelo e Fogo. Seu signo é estegossauro.

Categorias
Críticas

Ver também