Vikings – 2ª Temporada – 7º Episódio – Blood Eagle

Vikings retorna com mais um episódio, que apesar de poucos eventos, não perde a intensidade. Em meio a uma fase de preparos, onde tanto os ingleses quanto os vikings...

Vikings retorna com mais um episódio, que apesar de poucos eventos, não perde a intensidade. Em meio a uma fase de preparos, onde tanto os ingleses quanto os vikings se preparam para futuros conflitos. Neste episódio, Floki descobre que será pai e desesperado, teme pelo futuro da criança que será cria de um demente, mesmo assim, decide que irá se casar com Helga. Com uma única condição, Ragnar não será chamado para o casamento, afinal, Floki foi seu conselheiro, amigo e tudo que foi feito até agora foi para a glória de seu amigo. Ele só deseja uma coisa somente para ele. Seria isto, o início de um comportamento traiçoeiro?

vikings_episodio7_temporada2_1

O antigo inimigo de Ragnar, o Rei Aelle ressurge para fazer uma aliança com o Rei Ecbert para formar uma maior resistência contra a próxima invasão Viking. Existe um terceiro reino que ambos planejam conquistar juntos e para evitar “Game of Thronesice”, decidem casar seus filhos para semear uma aliança. A cerimônia de matrimônio cristã é apresentada junto ao casamento de Floki e podemos ver nitidamente o contraste entre ambas as culturas.

vikings_episodio7_temporada2_2

Este episódio de Vikings, tem o nome de Blood Eagle, e mesmo sendo o nome de uma tortura, o episódio apresentou uma forte temática animal. Athelstan vê um enorme corvo em sua janela, por ser um animal muito associado com Odin, podemos assumir que seu tempo entre os Vikings não chegou ao fim. No começo do episódio, o Rei Horik implora mais uma vez para Ragnar escutar a razão e não matar Borg e perder um aliado com navios e soldados. Nesta cena, Ragnar mata e esfola um rato, simbolizando a traição eventual de Horik. Quando Ragnar conversa com o vidente sobre o paradeiro de Athelstan, ele segura uma cobra, que simboliza… err… cobras?

Ragnar pede para Rollo encontrar um novo aliado para as invasões e recebe a resposta de um Earl misterioso que não quer se identificar, ele só pede que Ragnar o encontre na floresta. Lá, descobre que seu novo aliado, é ninguém menos que Lagertha, agora no comando de suas próprias terras e se apresentando como igual para seu ex-marido. Ela mais uma vez surge para mostrar que Aslaug não tem muita graça…

vikings_episodio7_temporada2_3

Quem não se dá bem nessa história toda é Borg. Aprisionado, quase morto de fome, ele não tem muitas esperanças além de esperar pelo seu fim na águia sangrenta. Em seu cativeiro, ele é visitado por alguns personagens. Primeiro, o Rei Horik o visita e tenta mais uma vez auxiliá-lo a escapar, novamente, traição no horizonte. Bjorn também vai, porque até agora não sabem o que fazer com o personagem então ficam enfiando ele em qualquer coisa.

Finalmente chega a tortura e assim como o episódio Sacrifice da primeira temporada, aqui a violência extrema é enquadrada de uma forma belíssima, aliás, o grande forte deste episódio é a fotografia e direção, entre as melhores já vistas para televisão. O águia sangrenta é uma horripilante forma de execução onde os pulmões da vítima são arrancados pelas costas e colocados em cima dos ombros da mesma para parecer uma águia empoleirada.

vikings-blood-eagle

Ragnar parece estranhamente distante durante o sacrifício, não podemos dizer o mesmo sobre os demais, com exceção de Lagertha que permanece completamente fria (porque ela é f.o.d.a.), os demais alternam entre expressões de horror e nojo. Ragnar é o típico personagem que tem ambição para chegar onde quer mas não sabe o que fazer para permanecer lá. Por mais que ele tenha uma mistura de tenacidade, frieza e sorte, quando o assunto é intrigas, negociação ou qualquer habilidade que lhe falte, ele prefere ignorar e deixar a situação se resolver sozinha. Desta forma, aos poucos, ele tem perdido seus aliados e criados novos traidores no horizonte. Faltam somente três episódios para encerrar esta temporada, o que será que vai acontecer?

Até a próxima!

 

 

Comente via Facebook!

Editor-chefe da Freakpop. Adora cinema, mas odeia a palavra cinéfilo. Leu quadrinhos demais na vida e tem uma capacidade muito limitada de entender a realidade. Tudo que não explica com Máquina Mortífera, explica com Highlander. Sabe tudo sobre Soul Reaver e Crônicas de Gelo e Fogo. Seu signo é estegossauro.

Categorias
Críticas

Ver também